Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Sabem aquela altura em que vos apetece mastigar mesmo não tendo fome? É a hora em que muitas vezes fazemos asneira.

O que vos mostro não é para comer à vontadinha, nada na vida é, mas podem abusar um bocadinho se estiverem num momento "sem controlo".

IMG_20170216_203702.jpg

O que eu gostava de tirar boas fotografias... mas pronto, é o que há.

 

 

- Um copo de sementes variadas:

IMG_20170222_210213.jpg

Usei sementes de abóbora, sésamo pretas e sésamo brancas, chia, linhaça, girassol e papoila.

Tudo junto, ficou assim (lindo)

IMG_20170222_210650.jpg

- 1 copo (o mesmo das sementes) de água

- 1 colher de sopa de farinha de linhaça (linhaça moída, é só isso)

- 1 colher de sopa de azeite

- Uma pitada de sal

 

- Pode ainda levar especiarias, raspa de limão ou laranja, alho em pó, canela, erva doce... eu usei uma colher de café de canela.

 

- Duas folhas de papel vegetal (do tamanho do tabuleiro do forno) vão dar muito jeito.


Colocar as sementes numa taça misturar a água. Reservar durante, pelo menos, meia hora, para as sementes hidratarem.

 

Aquecer o forno a 180ºC.

 

Às sementes juntar a farinha de linhaça, o azeite e uma pitada de sale o outro ingrediente à escolha. 

Misturar tudo muito bem.

 

Dispor o preparado numa forma de papel vegetal, colocar a outra por cima e com o rolo da massa (ou o rolo da pelicula aderente, para quem não apetecer ir buscar o original) alisar o preparado até obter uma camada fina. Retirar o papel vegetal de cima.

Com uma faca marcar as zonas onde queremos cortar as crackers, fazendo riscos que formem "bolachas". Transferir o preparado, com o papel vegetal de baixo, para o tabuleiro e levar ao forno. 

Baixar para os 140º, mais ou menos 40 minutos. O ideial é ir verificando (as minhas tostarm demais), a ideia é a mistura desidratar e ficar crocante.

 

Deixar arrefecer completamente dentro do forno.

Retirar, partir aos pedaços e comer... mas as que sobram, devem-se guardar num recipiente que vede bem.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Alexandra Gomes

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo